Há pessoas para quem uma só oportunidade já é demais

Atualizado: Jan 27

Se pudesse ver o mundo novamente,

Não faria nada diferente

Precisamente a mesma asneira

Cada coisa à minha maneira


Não sou um mártir

Não quero outra oportunidade

Iria repetir o que fiz

É assim que uso a liberdade


Comer demais & beber demais

Ver em cada humano

Um idiota e um mentecapto e

Resolver tudo num mano-a-mano


Roubar, mentir e vigarizar

Ludibriar as mulheres

Porque não sou de acreditar

Em Deus nem em amanheceres


Agora, desta cama de hospital

À espera da pena capital

Sou pequenos soluços e ais

Não me arrependo mais


Mas já não me sinto seguro

Quanto mais um gajo duro

Os músculos explodem

A consciência implode


Sinto rastejar a insanidade

Ao pensar na eternidade

E num qualquer sacana

Que decidirá para onde vou


Como se não bastassem

Todos os filhos da mãe

Que decidiram onde andei

Como trabalhei e quem amei


Com prazer, aceito que

É no inferno que vou arder,

Mas vá lá

Nada pode ser pior

Do que a miséria

que fizemos da vida.

Pode?!

97 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo